sexta-feira, 30 de março de 2012

Prólogo

Depois da morte de Camille tudo havia mudado, agora Harvard estava sendo vigiada por vários policias. Eles queriam pegar o mais rápido possível o assassino de Camille. Os policias interrogaram todo mundo, menos Nick, pois ele não estava no baile. Fizeram varias perguntas, mas ninguém viu quem foi que deu os tiros, ou pelo menos ninguém queria contar.

Eu estava namorando o Nick, mas no baile eu percebi que meu coração era de Joe, eu pensava que tudo iria ser fácil, mas agora esta tudo difícil. Nick não gosta de mim como antes, mas eu não o culpo. Agora que a Miley esta mais próxima dele, ele deve se sentir atraído por ela. 

Ian e Nina estão ótimos, são do tipo “casal perfeito”, sem brigas ou discutição, às vezes uns desentendimentos, mas são leves. Emma e Tom estão ficando, mas nada serio, Emma quer ganhar a confiança dele novamente, e isso leva um tempo. 

Eu e Joe, eu não sei mais o que fazer, eu o amo, mas ele é o único que tinha motivos para matar Camille, e isso é uma coisa horrívelEu estava assustada, mas não poderia dividir a minha aflição com ninguém, Camille sabia o segredo de Joe e olha onde ela acabou. Eu não quero isso para mim. Eu guardarei o segredo de Joe.

Harvard não é mais a mesma, nem eu. – Demi Lovato

terça-feira, 27 de março de 2012

Mini-Fic Jemi


Parte 3



Demi então, recebeu uma carta com uma rosa em casa. Era do Joe.

" Cara Demi,
Aqui está o seu verdadeiro presente. Espero que goste, e desculpe.
Joe"

Demi então, leu a letra da músca atentamente:
"Bem, é bom ouvir sua voz
Espero que você esteja bem
E se você já se perguntou
Estou sozinho aqui esta noite

Perdido nesse momento
E o tempo continua passando
E se eu pudesse ter apenas um desejo
Eu desejaria ter você ao meu lado

Oh, oh eu sinto sua falta
Oh, oh eu preciso de você

E eu te amo mais 
Do que jamais amei
E se hoje eu não vir o seu rosto
Nada mudou, 
Ninguém pode tomar o seu lugar
Fica mais dificil a cada dia
Diga que você me ama mais do que jamais amou
E me desculpe, mas é desse jeito
Mas eu estou voltando para casa
Eu voltarei para casa
E se você me pedir eu ficarei
Eu ficarei

Bem, eu tento viver sem você
Mas as lágrimas caem dos meus olhos
Eu estou sozinho e me sinto vazio
Deus, eu estou dilacerado por dentro
Eu olho para as estrelas
Esperando que você faça o mesmo
De alguma forma me sinto mais próxima
E posso ouvir você dizer:

Oh, oh eu sinto sua falta
Oh, oh eu preciso de você

E eu te amo mais 
Do que jamais amei
E se hoje eu não vir o seu rosto
Nada mudou, 
Ninguém pode tomar o seu lugar
Fica mais dificil a cada dia
Diga que você me ama mais do que jamais amou
E me desculpe, mas é desse jeito
Mas estou voltando para casa, voltarei para casa
E se você me pedir eu ficarei

Eu ficarei
Ficarei sempre
Eu nunca quero perder você
E se eu tivesse que escolher, seria você
Então fique
Por favor fique para sempre
Você é a única em que me prendi
Meu coração vai parar sem você

E eu te amo mais 
Do que jamais amei
E se hoje eu não vir o seu rosto
Nada mudou, 
Ninguém pode tomar o seu lugar
Fica mais dificil a cada dia
Diga que você me ama mais do que jamais amou
E me desculpe, mas é desse jeito
Mas estou voltando para casa, voltarei para casa
E se você me pedir eu ficarei
Eu ficarei
Eu ficarei para sempre

Demi não podia acreditar no que havia lido. Sem pensar duas vezes, ligou pra Selena.

— Selena, vem pra minha casa agora! — diz Demi
— Não dá, estou tentando achar um lixo longa da minha casa pra jogar esse trambolho do meu presente! — diz Selena
— Não interresa, vem agora! — diz Demi
— Tá bom! — diz Selena
Pouco depois, Selena chega.
Demi então, conta tudo a ela e mostra a letra.
— Demi, ele gosta de você!
— Você acha? Com tanta garota bonita que dá em cima dele, por que ele viria justo atrás de mim?
— Por que você é a garota mais bonita do mundo, tanto por dentro quanto por fora. E ele tá caidinho por você. Cara, esse foi o melhor presente dessa droga de amigo secreto!
— Acha mesmo?
— Claro, olha só: Eu ganhei aquele lixo orgânico. O Nick ganhou uma caixa vazia. O Kevin ganhou um pedaço de madeira. A Miley ganhou aquela lingeire. E o Joe nem ganhou nada. E vamos combinar né, Demi? Aquele cachecol tava o fim da linha! 
Demi ri.
— Ele te ama amiga! Eu nunca vi uma música tão linda em toda a minha vida!
— Tem razão. Eu quero mostrar pra ele que fiquei feliz e que gostei muito da música, e claro, gosto dele. Mas, como? 
— Tenho uma idéia!
— Qual?
— Sabe tocar piano?
— Desde pequena, por que?
— Faça o seguinte: Crie uma melodia pra essa música no piano, cante, e chame ele pra ver! Garanto que ele vai entender tudo!
— Eu não tenho coragem, Selena! — diz Demi
— Tem sim. Vai! Vai compondo, vou jogar essa coisa no lixo, e quando voltar, quero ver isso pronto! — diz Selena, saindo.
— Ok!

Demi então, se sentou na frente do piano, e ficou brincando com as notas, e foi achando, parte a parte, a melodia da música. Quando Selena chegou, ela tocou.

— Perfeito! Ele vai amar! — diz Selena
— Eu não tenho tanta certeza! — diz Demi
— Vai sim! Vou telefonar pra ele agora mesmo! — disse Selena, indo até o telefone.
— Não... — disse Demi, mas já era tarde demais.
Selena já havia chamado ele.
— Prontinho! Agora vou indo, amanhã você me conta! Tchau amiga! — disse Selena, indo embora.
— Você não pode... — também já era tarde, Selena já havia ido embora.
"DROGA!" — pensou Demi
Não demorou muito, e campainha tocou. Joe morava perto. 
— Oi, Joe. Entra! — disse Demi
Joe entrou.
— Então, o que você tinha pra me falar? — disse Joe
— Lembra a música que você me mandou?
Joe tremeu.
— Sim, gostou dela?
— Olha, eu criei a melodia dela e se não se importa, vou responder a sua pergunta tocando ela! Vai ser mais fácil assim! — disse Demi

Ela então se sentou no piano, e ele sentou no sofá que ficava ao lado.
E ela tocou.
Joe ficou maravilhado ao ouvir ela cantando a música que ele havia composto. Ficou embalado com a voz dela e o som do piano. Ela terminou de tocar.

— Uau! — ele disse
— Olha, eu sei que tá horrivel. Eu desafino pra caramba, essa melodia não ficou nada boa, mas, foi o único jeito de dizer que eu gostei! — disse Demi
— Pera, para tudo. Primeiro: Ficou perfeito. Segundo: Você é a melhor cantora que eu já vi. Terceiro: A melodia ficou perfeita. Quarto: Gostou mesmo? — disse Joe
— Obrigada! E sim, eu amei! É linda! Principalmente, por quê fala o que eu sinto mesmo! — disse Demi
Joe ficou paralisado.
— Mesmo? Fala do que você sente?
— Sim!
— A mim também!

Eles ficaram se olhando. E Joe tomou a iniciativa e beijou Demi. Ficaram se beijando por uns minutos. E foram parando com selinhos. 

— Eu te amo Demetria, como nunca amei ninguém nessa vida! — disse Joe
— Eu também te amo Joseph, mas nunca tive coragem de falar! 
— Eu sei que é um pouco informal, mas, quer ser minha namorada? 
— Com uma condição!
— Por você, tudo!
— Vai ter de usar o cachecol amanhã, para ir a escola! 
— Vai ser vergonhoso, mas tudo bem! 
E voltaram a ser beijar.

No dia seguinte, eles foram a escola, e Joe foi ridicularizado pelo cachecol. Mas não se importava. Aquele foi o melhor amigo secreto que os dois já haviam tido. Ganharam os melhores presentes. E passaram aquele, e todos os natais, juntos. 

FIM

aviso, essa historia não é minha eu achei em uma comunidade jemi e decidi postar aqui, beijos e até dia 30.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Mini-Fic Jemi

parte 2

— O QUE SIGNIFICA ISSO? — Grita Miley, mostrando a todos o que havia ali.
Era uma lingerie de primeira vez. 
— Seu presente ué! — diz Nick
Todos riem.
— Acha que sou o que? Uma vagabunda que vai se deitar com você? Pois se acha isso, tá muito enganado. Você não se cansa de ficar me dando cantanda? Essa foi a mais cretina! — diz Miley
— Calma Mileyzinha, eu posso explicar! — diz Nick
— Você não vai explicar nada! Pega essa coisa e enfia goela abaixo! — diz Miley, colocando a calcinha na cabeça de Nick.
Nick tira a calcinha e diz:
— Bom, valeu a tentativa! — diz Nick
— Agora sou eu. A pessoa que eu tirei, é bobona, mais velha e adora tirar uma com a cara da Selena! — diz Miley
— O Kevin! — todos dizem
— Toma Kevin! Sei que adora tocar então... fiz uma guitarrinha de madeira pequena pra você! — diz Miley, entregando a pequena guitarra a Kevin.
— Mas... pra quê eu quero isso? — diz Kevin
— Você é tão crianção, que as coisas tendem a serem minúsculas! — diz Miley, e se senta.
— Eu mereço! — diz Kevin, que se senta também.
— Ih! Olha que coisa engraçada gente! Eu tirei a Miley, ela tirou o Kevin, o Kevin tirou a Selena, e ela me tirou! Fechou o circulo. Isso significa que a Demi tirou o Joe, e o Joe tirou a Demi! — diz Nick, apontando para os dois.
— Desgraça pouca é bobagem! — sussura Joe, a si mesmo.
— Ih, ih, ih! Tá aqui o seu presente! — diz Demi, entregando o embrulho a Joe.
— Brigado! — diz Joe
— Espero que goste! Fiz com minhas próprias mãos! — diz Demi
Joe abre o presente.
— Que tal? — diz Demi
— Isso é alguma gozação?! — pergunta Joe
— Não... é um cachecol! — diz Demi
— Isso é um trapo, muito do feio, isso sim! — diz Joe
— O QUE? — Diz Demi, quase chorando.
Joe percebe e tenta concertar.
— Calma, Demizinha! É brincadeirinha! Olha, eu tô com seu presentinho aqui no bolso! — diz Joe, tirando o pequeno papel do bolso, e entregando a Demi.
— É uma música que escrevi pra você! — diz Joe
— " Três melancias, quatro aboboras, cinco quilos de feijão, uma dúzia de bananas, meio quilo de abobrinha, um mastro de alface, seis laranjas, oito limões, uma porção de uvas passas!" — lê Demi — Joe, o que significa isso?
— Calma Demi, é a lista de compras da minha mãe da feira. Eu trouxe o papel errado! —
diz Joe
— Quer saber? Se for pra zuar com a minha cara e me fazer sentir um lixo, conseguiu! Nunca fui tão humilhada! — diz Demi, pegando o cachecol e saindo com Selena.
— Calma, Demi! No final, não foi tão mal assim! Pelo menos, você ficou com o seu cachecol! Pior sou eu, que vou ter que pendurar esse trambolho na parede! — diz Selena
— E eu fiquei com uma caixa vazia de papelão! — diz Nick
— Bem feito! Use pra embrulhar aquela coisa de prostituta que você chama de presente, tá! Tchau mesmo! — diz Miley
— E eu fiquei com um pedaço de madeira! — diz Kevin
— Tchau pra você também, Joe! — diz Nick
Joe sai andando pela rua, pensativo.
— Nossa! Que cara é essa Joe? Parece que veio de um enterro! — diz Taylor Lautner, que o viu na rua.
— É a Demi, que fez com suas próprias palavras! — diz Joe
— O que ela disse? — perguntou ele
Joe contou tudo a ele.
— Ora, é simples Joe. Pegue a verdadeira letra da música, passe a limpo num papel descente, e mande pra ela como uma carta junto com flores. Garanto que ela não vai resistir! — disse Taylor
— Acha mesmo? Sabe que gosto dela! — disse Joe
— Faz isso! Ela vai ficar nos teus pés! — disse Taylor
— Valeu, brô! — disse Joe
Ele então, foi pra casa e fez tudo como Taylor havia lhe dito. E mandou entregarem na casa dela.
Depois...
Demi então, recebeu uma carta com uma rosa em casa. Era do Joe. 

domingo, 25 de março de 2012

Selinhos


(Diga de qual blog recebeu o selo) 

Recebi da jemi please be mine







1º: After Shock
2º: Jemi.














 - Não sei! eu sempre fui muito maluca e os temas para as historias surgem de repente. 
 - J E M I ! S2
 - Eu comecei a ler fics na internet e deu uma vontade de fazer a minha então eu fiz.


 - Sim! se eu não gostasse eu começaria outra.
2° - Demi.
 - Eu acho que sim.



Repassando:

sábado, 24 de março de 2012

Mini-Fic Jemi

Parte 01

Na cozinha de Selena, ela tentava acertar uma receita.
— Ai, você pega dois ovos, e... — entra alguém nessa hora, e ela derruba os ovos.
— SELENA!! — diz Demi, entrando. 
— AII! — grita Selena, com os ovos na cabeça.
— Sua mãe me falou que você estava ma cozinha, e... Nossa! O que você tá fazendo? 
— O que você acha? O bendito presente do nosso "amigo secreto"!                                                                                      — Não combinamos que o presente devia ser feito com nossas próprias mãos? Pois resolvi fazer um bolo, daqueles bem gostosos, recheados com passas, nozes... — diz Selena, apontando para a receita com os ingredientes.
— Ai, Selena! É por isso que estou aqui!! — diz Demi
— Você quer comer o meu bolo?! 
— Não! É que não sei o que EU vou fazer pro MEU amigo secreto! 
— Ora, Demi! Tem mil coisas, sei lá...
— É que eu não sou muito boa com trabalhos manuais!                                                                                        — E, além de tudo, tirei uma pessoa superdificl de agradar... vou contar só pra você...é o Joe! — disse Demi
— OH NÃO! OH NÃO! OH NÃO! — Disse Selena, gritando com as mãos na cabeça.
— O que foi?! 
— Ai! É que eu tinha esperanças de que você tivesse me tirado! Agora, o meu nomezinho deve estar na mão de um daqueles idiotas... Nick, Kevin ou Joe! Já pensou ganhar algo feito pelas mãos imundas do Kevin?! Argh! 
— Quer parar de pensar um pouco no seu presente e me ajudar? O que eu faço de presente pro Joe? Sabe que gosto dele!                                                                                                                                       — Que tal uma carta de amor? — disse Selena
— Tô falando sério, Selena! 
— Tá! 'xá' eu pensar...Já sei! Faz coxinhas!!
— Não sei fazer isso!
Selena continua pensando...
— Então, faz empadinhas!
— Aii! Eu não sei cozinhar! — exclamou Demi
— Nem docinhos? Brigadeiro? Ovo frito? 
— Tudo bem, Selena! Já vi que você não pode me ajudar! Volte para o seu bolo! Tchau! — disse Demi, indo embora.
— Boa ideia! — disse Selena, voltando a receita.
Depois...Na casa de Demi...
— Preciso dar uma coisa pro Joe, feita com minhas mãos...O que poderia ser? Pense, Demi! Deve haver algo que você saiba fazer! 
Ela vê uma estátua da mãe dela.
— Como não pensei nisso antes? Uma estátua! — disse Demi, indo em direção á garagem.
— Ainda bem que tinha esta argila na garagem! Vou fazer um indiozinho, e... — disse Demi, com a mão na argila. Mas colocou muita força e fez com que ela se espatifasse sujando toda garagem — ... isso tá parecendo mais um monte de amebas! Acho que tenho a mão pesada pra modelar! — disse Demi, se sentando no sofá da sala.
Nessa hora, Dianna chega.
— O que foi Demizinha? — pergunta Diana, se sentando. 
— Ah mãe! Sabe aquele amigo secreto de dar coisas feitas pela gente? A entrega é amanhã e eu não sei fazer nada! 
— Calma, filha! Mamãe dá um jeito! 
— Verdade?! 
Pouco depois... Diana chega com uma linha de tricô.
— Puxa, mãe! Que legal! A senhora vai fazer uma peça de tricô pra eu fazer de conta que fui, né? 
— Não! Isso seria desonesto! Vou é ensiná-la a fazer tricô!                                                                                — Preste atenção na mão da mamãe... por cima, por baixo, por cima por baixo e, feito! Deu pra entender? 
— Acho que sim!
Diana coloca a agulha e a linha na mão de Demi.
— Isso...segura assim... 
Nesse momento, o telefone toca.
— Vai treinando, enquanto eu atendo! 
— Ah! Isto é moleza! Vou fazer um gorro bem bonito pro Joe aquecer a cabeça! Não! Pensando bem, vou fazer uma blusa! Com listras coloridas, e gola alta!
Depois...
— Prontinho, Demi! Como está indo? — diz Diana, desligando o telefone.
— Er...meio atrapalhada, mãe! — diz Demi, com o corpo enrolado na linha.
— Ai, ai! Vamos começar tudo de novo!
Assim, horas depois...
— Consegui! Tá saindo alguma coisa! — diz Demi
"Finalmente!" — pensa Diana
— Se você continuar sempre nesse ritimo, vai fazer um cachecol! — disse Dianna
— Sério?! EBA! Um cachecol feito com minhas próprias mãos!
Depois...
— Mãe! Pai! Dallas! Olhem só o cachecol do Joe! — disse Demi, mostrando o cachecol a eles.
" Que pano de chão é esse?" — pensa Dallas
" Nem os meus primeiros tricôs ficaram tão feios, e olha que eu tinha só 8 anos!" — pensa Diana
" Que trapo é esse?" — pensa Patrick
Mas, para não descontentar Demi...
— Lindo, minha filha! — disse Patrick
— Ele vai adorar! — diz Dallas
— Ficou melhor que os meus! — diz Diana
No dia seguinte...
— Tá quase na hora da festinha do amigo secreto! — disse Demi, olhando o relógio.
Pegou o presente e saiu.
— Ainda bem que eu já tinha embrulhado muito bem o MEU presente! — diz Demi.
Nessa hora, ela encontra Selena no caminho.
— Oi, Selena! — diz Demi
— Demi! Então, você conseguiu fazer alguma coisa? — diz Selena
— Ô! Um lindo de um cachecol! E você? Fez o seu bolo? 
— Bom... fazer, eu fiz... mas... — Demi á interrompe:
— Ih! Olha lá! Já tá todo mundo na casa do Nick! — diz Demi, avistando a casa de Nick Chegando lá...
— Que bom que vocês chegaram! Já podemos começar! — diz Nick
As meninas se sentam na sala junto com Kevin, Joe e Miley.
— Bem, amigos! Como todos sabem, só valem presentes feitos com nossas próprias mãos, pois... — disse Nick e Joe o interrompeu:
— Aff...começa logo! — disse Joe
" KKK, se o meu amoreco soubesse o presentão que vai ganhar!" — pensa Demi
— Tá legal! Quem quer começar? — pergunta Nick, se sentando também.
— EU! EU! — Diz Kevin, se levantando com o presente.
— Vai lá, Kevin! — diz Joe                                                                                                                                — Olha lá! Só tem três chances pra acertar o nome do seu amigo! — diz Nick
— Rá! Vou acertar na primeira! Quer ver? Eu tirei a Selena! — diz Kevin
Selena gela.
— Seu bestão! Era pra tentar adivinhar quem tirou você! — diz Nick
— Xii! Era? — diz Kevin
— Ai! Eu sabia! Sou uma azarada! — diz Selena 
— Calma, Selena! — diz Demi
Joe ri.
— Bom... agora só me resta dar o presente, né? TCHAM-TCHAM! — diz ele, entregando o embrulho á Selena.
— Devo abrir? — ela então, abre.
Era um quadro feito de garrafa pet.
— O que é isso? — pergunta Selena
— Reciclagem! Fiz um retrato seu de garrafa pet e latinha. Gostou? — pergunta Kevin
— Dispenso comentários! — diz Selena, se sentando.
" Ele adora tirar uma com a minha cara!" — pensa Selena
— Bom... já que começou ao contrário, vamos fazer assim! — diz Nick
— A Selena dá umas dicas e a gente tenta adivinhar quem ela tirou! — diz Joe
— Bem difícil, hein Selena? — diz Nick
— Tá bom! A pessoa que eu tirei é legal, inteligente, é o bebê da família e... — todos interrompem Selena, e falam juntos:
— O NICK!!!
— Ops! — diz Selena
— Era pra ser dificil, Selena! — diz Nick
— Desculpa! Tó aqui o seu presente! Fiz com minhas mãos! — diz Selena, entregando o embrulho á Nick.
— Obrigado! — diz Nick e continua — Humm... tá leve! O que será? — ele então abre —Mas... a caixa tá vazia! — exclama Nick
— Hehe... era um bolo... eu, eu comi com minha própria boca! — diz Selena, envergonhada.
— Que papelão, hein, Selena? — diz Demi
Selena então se senta.
— Bom... agora, sou eu! A pessoa que eu tirei é legal, amiga, e já provou que não pode ser domada! — diz Nick
— A MILEY! — todos dizem
— Toma Miley! — diz Nick, entregando a delicada caixa á Miley.
— Uau, que caixa bonita! — diz Miley, abrindo.
— Você merece! — diz Nick
Miley então abre, vê, e olha pra Nick enraivada.
— O QUE SIGNIFICA ISSO? — Grita Miley, mostrando a todos o que havia ali.


Espero que gostem, da primeira parte!

quinta-feira, 22 de março de 2012

Capitulo 30 – Baile de Mascaras! – Parte 3

Atenção você sabe o que lê!


Joe abriu rapidamente o foi tirando os cordões do vestido de Demi e jogando em qualquer lugar. Demi tirou o terno de Joe e o jogou no chão e então começou a tirar a gravata.

- Gravata? – Demi perguntou estranhando.
- Minha mãe! – Joe explicou revirando os olhos.

Quando Demi retirou a gravata começou a beijar Joe de novo, mas agora desabotoando os botões da camisa social dele.

- Você fica tão excitante nesse terno! – Demi confesso uno meio do beijo.
- Isso por que você não sabe como esta nesse vestido colado! – Joe disse sorrindo malicioso e abaixando a alça do vestido.

Ele foi dando beijinhos pelo ombro dela até o colo a deixando arrepiada dos pés a cabeça. Ele abaixou a outra alça e tirou com a ajuda de Demi o vestido completo, só a deixando de calçinha e sutiã.

Então ele se separou de Demi um pouco e passou o braço pela mesa derrubando as coisas que estavam em cima dela e logo depois suspendeu Demi no ar e a colocou sentada em cima da mesa.
Demi passou as pernas em volta da cintura de Joe o que fez suas intimidades se chocarem fazendo ambos soltar um gemido baixo.

- Você esta me deixando louco! – Joe disse mordiscando os lábios de Demi.
- Digo o mesmo a você! – Demi disse sorrindo sapeca.

E então foi descendo as mãos até o fecho da calça de Joe, retirou o cinto que ele usava e depois abriu o fecho da calça, em outros casos a calça escorregaria e cairia no chão, mas agora Joe estava tão excitado que não era possível.

Joe então abriu o sutiã de Demi e o tirou o jogando no chão, e começou a lamber e sugar os seios de Demi, “Deliciosos” pensou ele enquanto se deliciava com os seios dela.

Demi colocou a mão na cabeça de Joe e começou a puxar os cabelos dele com força, estava muito excitada, e precisava descontar em alguma coisa, para não gemer muito alto, como os seus lábios já estavam bem mordidos ela foi para o cabelo dele.

- Joe! Por favor! – Demi implorou para que ele lhe penetrasse logo.
- Você pode aguentar mais! – Joe disse mordiscando os seios dela.

Depois de sugar, mordisca e lamber os seios de Demi Joe voltou para a boca de Demi, ele estava viciado no beijo dela.

- Joe o diretor pode chegar a qualquer momento! – Demi avisou tentando o convencer.
- Ok, apressadinha! – Joe disse com um sorriso malicioso nos lábios.

Ele então foi descendo os beijos até chegar à calçinha e a rasgou com os dentes, e a jogou em algum lugar e então tirou a calça e a Box que ele estava usando e olhou para Demi.

- Preparada? – Joe perguntou pegando a camisinha no bolso e colocando..
- Vai logooooo! – Demi disse um pouco alto quando foi surpreendida por Joe a penetrando. – Da próxima vez avisa! – Demi avisou, ela quase gritara.
- Isso quer dizer que vai ter próxima vez? – Joe perguntou sorrindo.
- Você entendeu o que eu quis dizer! – Demi disse percebendo o que tinha falado.
- Entendi! – Joe disse sorrindo e começando a se movimentar dentro dela.

Demi abriu a boca para soltar um gemido, mas o mesmo ficou preso na sua garganta, Joe começou a acelerar os movimentos. Demi cravou as unhas nas costas de Joe o arranhando e o fazendo gemer seu nome. Ele procurou pelos lábios dela e os beijou com vontade, estavam quase chegando ao Maximo quando ouvem o som da fechadura e alguém tentando abrir a porta.

- Joe! Tem alguém ai! – Demi sussurrou entre um beijo e outro.
- Estamos quase lá! – Joe disse aumentando mais os movimentos.
- Que trancou essa porta? – O diretor perguntou estranhando. – Quem esta ai? – Ele pergutnou tentando abrir a porta novamente. – Droga cadê as chaves! – Ele reclamou.
- Joe! – Demi gemeu o nome dele baixinho para avisa-lo.
- Só mais um pouco! – Joe disse e voltou a beijar demi para controlar o volume dos gemidos.

O diretor estava tentando repetidamente abrir a porta da sala, mas não conseguia. Joe aumentou mais ainda os movimentos à por fim os dois alcançaram o clímax.

- Joe, como nós vamos sair daqui? – Demi perguntou ofegante.
- Calma! Eu vou dar um jeito! – Joe disse a beijando, um beijo calmo e carinhoso, mas que não durou muito já que os dois estavam quase sem ar.

Emma estava sentada sozinha em uma mesa vendo Ian e Nina dançarem e ao lado deles Vanessa e Zac, não tinha encontrado ninguém com a mascara verde, então não restou ficar ali olhando os outros se divertiram.

- Sem par? – Alguém chegou se sentando na cadeira de frente para Emma.
- Estou! – Emma respondeu triste. Mas quando olhos para a pessoa mais de perto viu que a sua mascara era verde, e também percebeu que essa pessoa era Tom.
- Então quer dançar? – Tom perguntou.
- Por que você esta aqui? – Emma perguntou de repente o olhando. – A aposta ainda não acabou? – Ela completou a perguntou.
- Acabou sim! – Tom disse se aproximando. – Mas eu estou aqui por que eu quero! – Ele disse olhando nos olhos de Emma, e ela soube que era verdade.  – Então, quer dançar? – Ele repetiu a pergunta esticando a mão.
- Claro! – Emma respondeu pegando a mão dele e indo para a pista de dança. E começaram a dançar, estavam felizes um com o outro.
- Como você adivinhou que eu vinha de laranja? – Nina perguntou sorrindo.
- Fácil, você adora laranja! – Ian disse dando um gole no coquetel de morango.

Ele tinha parado um pouco de dançar e estavam sentados conversando e bebendo um pouco.

- Mas como você descobriu que eu amo laranja? – Nina perguntou confusa.
- Você se esqueceu da noite em que passamos no seu quarto? – Ian perguntou safado.
- Não, foi inesquecível! – Nina disse sorrindo com a lembrança, foi quando eles fizeram amor pela primeira vez.
- Então, eu não pude deixar de notar que seu quarto era todo laranja! - Ian disse sorrindo.
- É mesmo! – Nina confessou.
- Eu já te falei que eu te amo? – Ian perguntou der repente.
- Não! – Nina respondeu surpresa, ele nunca havia tocado nesse assunto.
- Eu te amo! – Ian disse olhando nos olhos de Nina.
- Eu também te amo! – Nina respondeu emocionada e logo depois o beijou. Eles continuaram dançando juntos.

- Você não se cansa? – Zac perguntou para Vanessa sorrindo.
- De que? – Ela perguntou sorrindo.
- De me seduzir! – Zac acusou.
- Eu não estou te seduzindo! – Vanessa disse rindo.
- Você dançando desse jeito? Com certeza esta me seduzindo! – Zac disse pegando Vanessa pela cintura e aproximando os seus rostos.
- Por que eu iria te seduzir se eu já te tenho? – Vanessa perguntou sorrindo para ele.
- Boa pergunta! – Zac disse por fim antes de beija lá.

Demi estava se vestindo enquanto Joe fazia um ligação para Tom.

- Alo? – Tom atendeu animado.
- Tom preciso da sua ajuda! – Joe disse.
- O que? – Tom perguntou.
- Quero que você tire o diretor da porta da sala dele! – Joe disse agora olhando para Demi que estava colocando o sutiã. – Rápido! – Joe disse antes de desligar o celular.
- E ai? – Demi perguntou preocupada.
- Daqui a pouco saímos daqui! – Joe avisou.
- Cadê? – Demi perguntou preocupada procurando alguma coisa no chão.
- O que? – Joe perguntou preocupado.
- A minha calcinha! – Demi respondeu preocupada.
- Ah, desculpas? – Joe pergutnou pegando a calcinha de Demi no chão ,estava toda rasgada.
- Joe! – Demi reclamou. – Agora eu vou ter que passar o resto da noite sem calcinha! – Demi disse um pouco irritada.
- Pense pelo lado bom, você vai esta quase nua e só eu vou saber! – Joe disse safado.
- Seu tarado! – Demi disse rindo e quardando a calcinha na pequena bolsinha que ela trouxe.
- Você poderia? – Joe perguntou parando de rir e apontando para a gravata no seu pescoço.
- Claro! – Demi respondeu se aproximando de Joe e ajeitando a gravata dele. – Sua mãe que arrumou a gravata para você veio ao baile? – Ela perguntou apertando um pouco a gravata.
- Foi! – Joe disse olhando o jeito que ela dava o nó na gravata, tudo nela parecia perfeito.
- Pronto! Esta muito apertada? – Demi perguntou preocupada.
- Não, esta ótimo! – Joe disse dando um selinho em Demi.
- Tom e Emma o que esta fazendo aqui? – O diretor perguntou um pouco bravo. – O baile é no refeitório! – Ele avisou.
- Acho que a nossa salvação chegou! – Joe disse sorrindo.
- Que bom! – Demi disse aliviada.
- Eu estou procurando o banheiro! – Emma disse se fingindo de bêbada.
- O banheiro é para lá! – O diretor falou apontando para um corredor.
- O senhor pode me ajudar a levar ela lá? Eu não sei onde é o banheiro feminino? – Tom perguntou se fingindo de santinho.
- Claros crianças venham é por aqui! – O diretor falou ajudando Tom a levar Emma que se fingia de bêbada.
- A barra esta limpa! – Joe disse pegando as chaves abrindo a porta e saindo com Demi da sala.
- Deixa as chaves né! – Demi avisou quando viu e Joe ia levar as chaves.
- Claro, ia esquecendo! – Joe disse rindo e jogando as chaves no chão.

E assim os dois saíram correndo dali em direção ao baile. Quando chegaram lá Joe mandou uma mensagem para Tom.

Emma, Tom e o diretor estava indo em direção ao banheiro feminino quando Tom recebeu um mensagem, ele pisco para Emma e ela entendeu.

- Eu não quero mais ir no banheiro! – Emma disse ajeitando o vestido que estava amassado. - Vamos Tom? – Ela perguntou para ele.
- Vamos! – Tom disse pegando a mão de Emma e saindo dali deixando o diretor com cara de pastel para trás. - Você é uma ótima atriz! – Ele parabenizou.
- Obrigada! Você não foi nada mal! – Emma disse rindo. Então os dois voltaram para o baile para se diverti.

O diretor voltou para a sua sala e não encontrou ninguém lá, pensou que estava doido, mas as coisas da mesa estavam todas no chão.

- Você até que dança bem! – Miley disse rindo de Nick.
- O que? Eu danço ótimo! – Nick disse fazendo os dois rirem, mas ele sabia que não era um bom dançarino. – Não é minha culpa se você fez aula de dança! – Nick acusou.
- Como você sabe disso? – Miley perguntou assustada.
- Demi me contou! – Nick disse nervoso.
- Hum! - Miley disse por fim, ela abriu a boca para falar mais alguma coisa quando o celular de Nick fez um sonzinho irritante que só deu para ela escutar por que estava tocando uma musica baixa.
- Desculpa! – Nick disse pegando o celular. – É uma mensagem do Frankie, meu irmão! – Nick disse lendo a mensagem. – Eu tenho que ir! – Nick disse rápido.
- O que? Por que?  - Miley perguntou confusa. – O que tem na mensagem de tão urgente? – Ela quis saber.
- Nada, eu só tenho que ir! – Nick disse nervoso. – Tchau! – Ele disse dando um beijo que era para ser na bochecha, mas acabou sendo no canto da boca de Miley.
- Nick! – Miley chamou, mas ele já estava um pouco longe dela.
-Oi, Cadê o Nick? – Demi perguntou chegando com Joe.
- Oi, Ele saiu apressado quando recebeu uma mensagem do irmão! – Miley disse ainda um pouco confusa.
- Hum! – Demi disse um pouco preocupada.
- Eu vou ao banheiro! – Miley avisou saindo.
- Que estranho! – Joe notou.
- É! – Demi disse por fim antes de ouvir um som agudo de Microfone, ela e Joe olharam para o palco e Camille estava lá em pé com o microfone em mãos.
- Ola! – Camille disse sorrindo. – Eu estou aqui hoje para contar um segredo! – Ela disse olhando para Joe que na hora ficou estático. – O segredo de Joe Jonas! – Ela completou.
- Segredo? – Demi perguntou olhando para o lado, mas Joe não estava mais lá.
- Bem! Quando Joe tinha cinco anos, ele estava brincando com o irmão dele... – Antes que ela pudesse continuar o microfone dela foi cortado, para ela não continuar. – Isso não vai me impedir! – Ela gritou. – Continuando, um casal estava passando a Helena e Cezar, Joe não gostava muito do seu irmão então ele... – Antes que ela pudesse continuar ouve três tiros no refeitório e todo mundo se abaixou com medo.

Quando todos começaram a se levantar novamente eles olharam para o palco e Camille estava caída no chão, ninguém ousou se mexer, estavam todos com medo, mas Demi não era esse tipo de pessoa. 

Demi correu em direção ao palco, ela poderia odiar Camille, mas Camille levou três tiros e Demi não negaria ajuda. Ela subiu no palco e se abaixou ao lado de Camille que ainda estava viva, mas com falha na respiração.

- Você vai ficar bem! – Demi disse tentando acalmar camille e a si mesma.

Camille levantou uma mão e pediu para que Demi chegasse perto e quando Demi o fez, camille disse uma frase que mudaria a sua vida. Camille havia dito o segredo de Joe. 

                                                          Fim

Meus amores, fim da primeira temporada, eu só vou começar a postar a segunda temporada daqui a 3 dias ou mais, mas antes eu vou postar uma mini-fic para vocês não esperarem tanto, beijos e comentem!